quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Repulsa.

O momento mais difícil, definitivamente era a hora de dormir. Seus pensamentos viravam e reviravam cada ideia sua, cada conclusão, cada medo. E então chegava aquela apavoração, aquela insegurança e raiva que tinha sobre as pessoas. As atitudes dessas em relação às outras pessoasa irritavam extremamente.
Agora então, ela tem medo. Medo de um dia, um apavoroso dia ser comparada às essas. E esse medo aumenta cada dia, e agora a menininha que sonhava com seu garotinho perfeito, pensa em viver sozinha, isolada e segura de qualquer ação inesperadade qualquer pessoa, totalmente consciente sobre seus atos. Ela reflete:
Como o ser humano é tenebroso
Como ele é auto destrutivo
Como é covarde e ganacioso
Como faz questão de demonstrar que não merece fazer parte da natureza?

Todos só querem um lugar melhor pra viver.
E também só querem
Porque os que correm atrás disso, são raros, são poucos e também considerados loucos.
São preciosos e nós os perdemos.


- Quando eu escrevi isso, eu estava muito revoltada. Agora eu já estou mais compreensível. Na próxima postagem eu explico a conclusão que cheguei. -

Um comentário:

  1. Todos temos dias assim, mas é a sociedade.. Confusa e bizarra sociedade.

    ResponderExcluir

Texto aberto à críticas e também à elogios.